Dos viajantes naturalistas do século XIX ao século XXI: Cartografia, Mineração, Botânica, Arqueologia, Paleontologia e Geologia em Minas Gerais

Da Pró-reitoria de Extensão da UFMG:

 

Durante o mês de maio, acontecerá o evento gratuito “Seminários às Quintas-feiras”, sobre o tema “Dos viajantes naturalistas do século XIX ao século XXI: Cartografia, Mineração, Botânica, Arqueologia, Paleontologia e Geologia em Minas Gerais”. É organizado pelo Centro de Referência em Cartografia Histórica (CRCH), com o apoio da Rede de Museus e Espaços de Ciência e Cultura da UFMG e da Proex.

As atividades, que serão realizadas no Memorial Minas Gerais Vale, na Praça da Liberdade, começam no dia 2 de maio, com a presença do professor do Instituto de Geociências da UFMG Antônio Gilberto Costa e do Gestor do Memorial Minas Gerais Vale, Wagner Tamerão. A programação compreenderá palestras sobre a Cartografia Histórica a outros referentes às áreas de Educação, Arqueologia, Paleontologia, Geologia, Botânica e Cartografia.

As inscrições são feitas somente através do e-mail crch@ufmg.br. Cada seminário tem o limite de 80 vagas, e, tanto quem se inscreve para todas as datas, quanto quem se inscreve parcialmente receberá certificado referente à sua participação.

Mais informações no site da CRCH.

Depoimentos: Curso Mario de Maria – Ciências Biológicas, UFMG

 

Desde 2007, o curso Mario de Maria acontece a cada semestre, e é oferecido para os alunos que entram no curso de Ciências Biológicas da UFMG. Até o momento, foram realizadas 11 edições deste curso. Veja o que dizem os alunos sobre os cursos:

“O curso foi a melhor experiência da minha vida, eu só tenho a agradecer aos nossos veteranos que organizaram o curso por nos ter dado essa oportunidade de mostrar o que é literalmente o curso de Biologia”. Marcela Reis

“O curso foi simplesmente ‘o divisor’ de águas da minha vida de Biologia”. Carlos Richard

“(…) Parabéns aos que organizaram tão bem o curso de campo e que nos possibilitaram aumentar nossas opções sobre qual área escolher depois da graduação (…)”. Tamires Talamonte